segunda, 24 de junho de 2019
 
CAMPANHA DA VACINA CONTRA A GRIPE TERMINA DIA 31: Luiziana ainda não atingiu a meta

A Secretaria de Saúde de Luiziana divulgou no inicio dessa semana os dados da Campanha de Vacinação contra a gripe (Influenza A – H1N1), a meta é vacinar 85% dos grupos prioritários.

Duas pessoas da região da Comcam morreram por Influenza A. Os pacientes eram moradores de Campina da Lagoa e Moreira Sales, e tinham 36 e 44 anos. Em todo o Paraná, foram registrados 33 novos casos de gripe em uma semana, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná na ultima semana.

Foram confirmadas ainda mais nove mortes pela doença no estado no mesmo período, elevando para 19 mortes por Influenza A desde o início do ano. A preocupação aumenta por conta da baixa cobertura vacinal.

Em Luiziana o total de crianças de 6 meses a menores de seis anos é de 602 e foram vacinadas até agora 444 crianças, 814 idosos no município devem ser vacinados, mas até agora somente 670 procuraram o Posto de Saúde para tomar a vacina.  Faltam 13 gestantes para atingir a meta de 79 gestantes no município o grupo de doentes crônicos também não foi atingido à meta, de 935 foram vacinados até agora 614, professores a meta é de 85 foram vacinados 50. O grupo de puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), foram todas vacinadas.

O Secretario de Saúde de Luiziana, Edson Liss, informou que a campanha começou com grande procura, mas nos últimos dias caiu a procura pela vacina. “Estamos intensificando a Campanha, pois restam somente duas semanas para o fim da Campanha e nosso objetivo é atingir a meta pra proteger as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, pois duas pessoas já morreram por Influenza A na região”, finalizou Liss.  

Assessoria de Imprensa – Maritania Forlin

 

Galeria de Imagens

Fone/Fax: (44) 3571-1287

Atendimento de segunda-feira à sexta-feira das 8h às 11h30 - 13h às 17h30

R. Dr. Miguel Viêira Ferreira, 22
Luiziana - PR, 87290-000

© 2014 Prefeitura de Luiziana - Todos os direitos reservados.